fbpx
Fontes Históricas ou Documento Histórico: O Que é História?

Fontes Históricas ou Documento Histórico: O Que é História?

Neste artigo será feita uma análise sobre as Fontes Históricas ou Documento Histórico.

Nesta Introdução aos Estudos Históricos destacaremos a Fonte Histórica e o trabalho de investigação do Historiador.

Apresentaremos algumas das mais conhecidas Fontes Históricas utilizadas no trabalho do Historiador tais como as fontes escritas, as fontes iconográficas e as fontes orais.

Vídeo aula: Fontes Históricas ou Documento Histórico| O Que é História? | Introdução aos Estudos Históricos
O Que São Fontes Históricas?

As fontes históricas são os registros produzidos pelas diversas sociedades que existiram no passado. Todo e qualquer tipo de registro produzido pelos seres humanos é considerado uma fonte histórica.

Por onde o homem passa ele deixa rastros, vestígios, informações. Algumas dessas informações são mais fáceis de serem encontradas. Já outras são mais difíceis.

Mas o fundamental é que você saiba que as fontes históricas são as matérias-primas que permitem que os historiadores realizem o seu trabalho de investigação do passado.

Fonte História: uma informação fragmentada do passado

Anteriormente eu disse que o historiador só analisa o fato histórico depois que ele acontece.

Pois então, as fontes históricas, estes registros produzidos no passado, trazem consigo diversas informações que permitem um trabalho de reconstituição dessas organizações sociais.

Os historiadores não têm acesso a todas as fontes históricas. Por isso, o nosso conhecimento do passado sempre é parcial.

O conhecimento do passado é uma espécie de quebra-cabeças faltando um monte de partes para ficar completo.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

A Diversidade de Fontes Históricas

As fontes históricas são muito variadas. Hoje praticamente qualquer registro pode ser considerado um documento relevante para o trabalho de investigação do historiador.

Por exemplo, as páginas de internet, podcasts, blogs e conversas no extinto Orkut, ou as sensações do momento hoje nas redes sociais (tais como Facebook e Whatsapp) são utilizados como registros históricos para compreender e interpretar o comportamento dos seres humanos. 

Fontes escritas

Agora vamos falar sobre alguns tipos de fontes históricas. O historiador se utiliza muito das fontes escritas.

Elas podem ser de natureza oficial ou particular, tais como cartas, textos de jornais, testamentos, leis, poemas, obras literárias, entre muitas outras.

Fontes Iconográficas

Temos também as fontes iconográficas. Eu adoro trabalhar com iconografias.  Elas dizem respeito ao mundo das imagens, tais como cartoons, charges, obras de arte, fotos de família, pinturas rupestres, os vitrais de uma igreja e coisas desse tipo.

Fontes Orais

Não podemos deixar de falar das fontes orais, tais como filmes de cinema, relatos de comunidades organizadas na tradição oral, músicas, cantigas populares, entre muitas outras.

Quando uma determinada sociedade não possui registros escritos as fontes orais passadas de geração em geração acabam se tornando uma das fontes históricas mais importantes para analisar o passado de um determinado grupo.

BANNER INSCRIÇÃO NO YOUTUBE 2
Vídeo aula: As Diferentes Fontes Históricas

Historiador: um investigador do Passado

O historiador é uma espécie de investigador do passado. E todo bom investigador precisa de uma equipe para auxiliá-lo, pois o trabalho de investigação do passado é extremamente complicado.

Além disso, trabalhando sozinho o Historiador não dispõe de todas as ferramentas para coletar as informações e extrair o conhecimento do passado do jeito que ele necessita.

É por isso que a História sempre recorre a outras disciplinas para desenvolver o seu trabalho.

Arqueologia

Vamos analisar algumas dessas disciplinas que auxiliam o Historiador a partir de agora. Começaremos pela Arqueologia.

O trabalho dos arqueólogos é de fundamental importância para os historiadores.

As escavações feitas por eles são capazes de descobrir cidades inteiras debaixo da terra. É debaixo dessa terra que se escondem verdadeiras minas de informações a respeito de sociedades praticamente esquecidas.

Comunidades inteiras debaixo da terra revelam textos escritos, vestimentas, utensílios domésticos, entre tantas outras informações que nos permitem ter acesso a alguns fragmentos do passado.

Pois como eu disse, é impossível conhecer o passado em sua totalidade. A utilização da geologia e da técnica do carbono 14 pelos arqueólogos possibilita estabelecer com certa precisão a idade dos fósseis encontrados por eles.

Geografia

Agora vamos falar um pouco sobre a Geografia. A geografia é outra aliada fundamental dos historiadores. Geralmente os estudantes que gostam de História também costumar admirar muito a Geografia.

A produção de mapas, os estudos demográficos que ajudam a explicar as variações da população humana, os estudos sobre a ocupação do espaço geográfico, dentre muitos outros temas, ajudam os historiadores a montar as peças do quebra-cabeça do passado. Está lembrado da última aula?

Eu falei que sem o tempo não há como estudar História. Pois bem, não existe tempo sem espaço. Se o tempo é o ponto central dos estudos conduzidos pelos historiadores o espaço é fundamental para o desenvolvimento do trabalho dos geógrafos.

A ação das sociedades humanas no tempo e no espaço geográfico é tanto um elemento de estudo dos historiadores quanto dos geógrafos.

A diferença é que cada um aprofunda os seus estudos em um elemento diferente. Mas na verdade, as fronteiras entre História e Geografia estão se cruzando o tempo todo.

HistoriAção Banner de Inscrição YouTube

Mapas Mentais e Infográficos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Já são mais de 98 mil inscritos no YouTube e 8.300.000 visualizações!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.