Iluminismo e Independência dos Estados Unidos [Resumo]

Iluminismo e Independência dos Estados Unidos [Resumo]

Qual é a relação entre o Iluminismo e Independência dos Estados Unidos, ocorrida no contexto de 4 de julho de 1776?

Nesta aula nós vamos analisar a origem e a simbologia da “Árvore da Liberdade” na Independência dos Estados Unidos e na Revolução Francesa.

Também tentaremos compreender a “Árvore” como um mediador cultural da filosofia iluminista.

Vídeo aula: Iluminismo e Independência dos Estados Unidos [Resumo].

Iluminismo e a Árvore da Liberdade

Neste artigo nós vamos falar da simbologia da Árvore da Liberdade.

O contexto da origem da primeira “Árvore da Liberdade” pode ser encontrada na História das Treze Colônias Inglesas, que deram origem aos Estados Unidos da América.

Em 1765 os colonos da Boston se reuniram em torno de uma casa em que havia uma grande árvore de Olmo para fazer protestos contra a Lei do Selo e contra todos os novos impostos criados pelos ingleses após o término da Guerra dos Sete Anos.

O Olmo é uma espécie de árvore nativa da Europa, muito utilizada para a produção de madeira, fabricação de móveis em também na construção naval.

O Porto de Boston e os Protestos Contra a Inglaterra

Depois deste primeiro protesto em 1765 a árvore de Olmo de Boston ficou famosa e se transformou em um ponto de encontro dos colonos de Boston para fazer protestos contra as novas políticas da Inglaterra.

É importante lembrar que em Boston ficava o mais rico e movimentado porto das Treze Colônias e foi de lá que partiram os primeiros protestos que resultaram na Independência dos Estados Unidos.

A árvore de Olmo de Boston ganhou popularidade, transformando-se em uma referência para os protestos dos colonos contra a Inglaterra e foi batizada com o nome de “Árvore da Liberdade”, inclusive com uma placa pendurada em seu tronco.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Iluminismo, Protestos e Guerras Culturais

Obviamente, os ingleses tomaram conhecimento de toda esta situação. Os protestos realizados em torno da “Árvore da Liberdade” incomodavam cada vez mais a Inglaterra.

Incomodou tanto que os soldados ingleses fizeram várias ações restritivas contra os colonos com a intenção de ridicularizar a “Árvore da Liberdade”.

Em outras palavras, ridicularizar o ponto de encontro em que os colonos americanos faziam protestos cada vez maiores contra os ingleses passou a fazer parte de uma guerra simbólica, uma guerra cultural.

Por fim, os soldados ingleses cortaram a árvore e utilizaram sua madeira como lenha.

Obviamente, tratava-se de uma grande provocação, pois os ingleses sabiam da importância que aquela árvore tinha para os colonos de Boston.

A partir de então a “Árvore da Liberdade” transformou-se em um símbolo da resistência dos colonos americanos contra a opressão da Inglaterra.

BANNER INSCRIÇÃO NO YOUTUBE 2

Posteriormente a árvore transformou-se também em um símbolo da independência das Treze Colônias Inglesas. Ela foi pintada em bandeiras e outras “árvores da liberdade” foram plantadas em vários pontos das outras colônias.

Analise da Imagem: Contexto da Independência dos Estados Unidos

Independência dos Estados Unidos (presos na árvore da liberdade). OS BOSTONIANOS EM AFLIÇÃO - (LONDRES, 19 NOV 1774)
Independência dos Estados Unidos (presos na árvore da liberdade). OS BOSTONIANOS EM AFLIÇÃO – (LONDRES, 19 NOV 1774)

Vamos analisar outras imagens sobre a “Árvore da Liberdade”. O título desta imagem é The Bostonians in Distress, algo parecido com OS MORADORES DE BOSTON EM AFLIÇÃO.

Esta imagem foi publicada em um jornal londrino em 19 de novembro de 1774, logo após os acontecimentos da Festa do Chá de Boston. Esta iconografia fornece uma visão a respeito das atitudes britânicas em relação à rebelião colonial do Porto de Boston.

Depois da Festa do Chá de Boston, o Parlamento da Inglaterra aprovou a “As Leis Intoleráveis”, uma das quais fechou o porto de Boston.

Nesta imagem o autor simbolizou o fechamento do porto, colocando os habitantes de Boston em uma prisão suspensa na Árvore da Liberdade.

A árvore da liberdade, conforme já dissemos nesta aula, simboliza o desejo de independência dos colonos em relação a Inglaterra.

Um dos homens na prisão tem um papel em suas mãos com a seguinte inscrição “Eles clamaram ao Senhor na sua angústia e ele os salvou de sua aflição.”

Os três homens no barco que tentam alimentar os homens famintos na prisão representam as outras colônias americanas que enviaram suprimentos para auxiliar os cidadãos de Boston durante a crise.

É possível perceber ao fundo a presença de soldados britânicos com canhões e navios de guerra, simbolizando o bloqueio feito ao Porto de Boston.

Embora tenha sido publicado em um jornal londrino, as pessoas de ambos os lados do conflito poderiam ter se apropriado desta imagem ao seu próprio modo.

Um espectador das Treze Colônias Inglesas poderia ver o patriotismo e a luta dos cidadãos de Boston contra as políticas injustas e as restrições impostas pela Inglaterra.

Já um observador inglês poderia ver os colonos presos por suas próprias ações ilegais e pagando as consequências apropriadas por desafiar a autoridade da Coroa Britânica.

A partir desse episódio os colonos adotaram uma postura muito mais radical em relação a Inglaterra.

O rompimento Político entre os dois territórios estava próximo e a declaração de Independência dos Estados Unidos foi publicada em 4 de julho de 1776.

Iluminismo, Revolução Francesa e a Árvore da Liberdade

Plantação De Uma Árvore da Liberdade (Plantation d'un arbre de la Liberté, Jean-Baptiste Lesueur, último quarto do século XVIII)
Plantação De Uma Árvore da Liberdade (Plantation d’un arbre de la Liberté, Jean-Baptiste Lesueur, último quarto do século XVIII)

É interessante notar que os costume de plantar “Árvores da Liberdade” também aparece durante a Revolução Francesa.

Na França as árvores da liberdade simbolizavam a luta contra o absolutismo e contra a Sociedade de Antigo Regime.

Na verdade, as “árvores da liberdade” transformaram-se em símbolos das principais ideias defendidas pela filosofia iluminista tanto da América do Norte, nas Guerras de Independência dos Estados Unidos; quanto na Europa, durante a Revolução Francesa.

HistoriAção Banner de Inscrição YouTube

Mapas Mentais e Infográficos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Já são mais de 98 mil inscritos no YouTube e 8.300.000 visualizações!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.