Iluminismo Voltaire

Voltaire: Liberdade de Expressão e Tolerância

Voltaire foi o filósofo do iluminismo responsável por defender a liberdade de expressão. O Iluminismo combateu os dogmas e o absolutismo na Sociedade de Antigo Regime.

Nós já analisamos dois filósofos iluministas: John Locke e o Barão de Montesquieu.

Na aula de hoje iremos concentrar a nossa atenção nas ideias defendidas e divulgadas por François-Marie Arouet, popularmente conhecido como VOLTAIRE.

O Contexto Histórico de Voltaire

Trata-se de mais um filósofo que viveu na França entre os anos de 1694 e 1778. A marca registrada do pensamento de Voltaire é a tolerância e a defesa da liberdade de expressão.

Vamos repetir para que você destaque a sua anotação. Voltaire teve como uma de suas marcas registradas as severas críticas ao clero católico, o combate à intolerância religiosa e a defesa radical da liberdade de expressão.

Entre as principais obras de Voltaire estão as Cartas Inglesas ou Cartas Filosóficas (1734) e Cândido, ou O Otimismo (1759).

Vídeo aula: Iluminismo Voltaire

A Liberdade de Expressão

Censura, o oposto da liberdade de expressão.
Censura, o oposto da liberdade de expressão.

Voltaire era um defensor radical da igualdade jurídica e da liberdade de expressão.

Quando falamos em igualdade jurídica estamos falando da igualdade de todas as pessoas perante a lei, de forma que a posse de bens materiais ou a origem de um indivíduo a partir de uma família de nobres não tivesse qualquer interferência no julgamento feito por um juiz. Preste bastante atenção.

Para Voltaire a liberdade de expressão era um valor inegociável. Ou seja, para ele não haveria a possibilidade de nenhuma negociação que tentasse limitar a liberdade de uma pessoa expressar publicamente os seus pensamentos.

Comunidade HistoriAção Humanas

Nesse caso o indivíduo teria o direito de expressar todas as suas concepções políticas, sociais e culturais sem sofrer qualquer tipo de restrição ou punição.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Liberdade de Pensamento e Tolerância Religiosa

Na verdade Voltaire combatia qualquer pessoa ou instituição que limitasse a liberdade de expressão. Já sabemos que os reis absolutistas não toleravam a liberdade de pensamento político, punindo e eliminando todo aquele que contrariasse as normas estabelecidas por eles.

A Igreja Católica fazia a mesma coisa. Os dogmas religiosos, ou seja, as verdades absolutas e inquestionáveis ditadas pela Igreja Católica, deveriam ser seguidos à risca.

Aquele que questionasse um dogma religioso era acusado de heresia ou bruxaria, sendo posteriormente queimado em praça pública. Por todas essas razões Voltaire era também um crítico radical do absolutismo e dos privilégios da Igreja e da nobreza.

Voltaire também defendia as monarquias esclarecidas. Este assunto também é conhecido como Despotismo Esclarecido. Em nossas próximas aulas iremos aprofundar a análise deste assunto.

Neste momento basta que você saiba que as monarquias esclarecidas ou o Despotismo Esclarecido eram os governos influenciados por ideias iluministas.

Ou seja, governos de reis inspirados pelas ideias da liberdade política, reformas econômicas inspiradas no liberalismo econômico e na liberdade de expressão.

A nossa aula se encerra por aqui. Em nosso próximo vídeo iremos analisar as principais características do pensamento do Jean Jacques Rousseau, um dos filósofos iluministas de maior destaque. Portanto, não perca a nossa próxima aula sobre o iluminismo.

HistoriAção Banner de Inscrição YouTube

Mapas Mentais e Infográficos

Blog Historiação Humanas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Já são mais de 107 mil inscritos no YouTube e 9.200.000 visualizações!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.